A manutenção engloba todas as atividades necessárias para o perfeito e contínuo funcionamento dos seus equipamentos e instalações, com segurança, higiene, conforto e baixo custo.
A manutenção dos edifícios compreende todas as atividades que
se realizam nos seus equipamentos, elementos, componentes ou instalações, com a finalidade de
assegurar-lhes condições satisfatórias de segurança, habitabilidade, eficiência e outros, para o
cumprimento das funções para as quais foram fabricados ou construídos.
Os serviços de manutenção permanente são os serviços relativos às áreas, instalações e
equipamentos comuns, que não exigem grande especialização técnica e que tem programação de curto
prazo: diária, semanal e mensal, como:
− vigilância,
− limpeza,
− jardinagem,
− remoção de resíduos,
− distribuição de correspondência
− inspeções de segurança, como escapamento de gás, combustíveis, caixas de visita e reservatórios
de água,
− urgência para combate ao fogo e paralisação de elevadores
A manutenção periódica demanda serviços especializados e obras de engenharia, devem ser dirigidos
por profissionais legalmente habilitados e são programados a médio e longo prazo.
Entre outros pode-se relacionar:
− Inspeção e limpeza de cobertura, tubos e ralos, fossas, caixas de visita, poços, reservatórios de
água.
− Defeitos estruturais.
− Pinturas e revestimentos.
− Impermeabilizações.
− Esquadrias e vidros.
− Instalações hidro-sanitárias, elétricas, telefônicas, pára-raios, antenas, geradores, transformadores,
elevadores, alarme.
− Instalações e extintores de combate ao fogo.
− Ventilação, refrigeração e aquecimento.